Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

mais do elefante

> mail
> loja etsy
> flickr
> pinterest
> instagram
> facebook

posts recentes

44/52

43/52

42/52

41/52

40/52

39/52

38/52

37/52

36/52

35/52

34/52

33/52

32/52

31/52

30/52

29/52

28/52

27/52

26/52

25/52

arquivos

categorias

10on10(15)

14(3)

52 project(49)

52 project14(53)

52 project15(44)

afonso(8)

andar por aí(29)

animação(2)

aniversários(6)

aveiro(5)

azulejo(3)

bloganiversário(14)

brinquedos(2)

c2(4)

carteiras(106)

casa(9)

cinema(10)

coisas(11)

coisas que gosto(36)

comida(26)

crafty(224)

decoração(6)

desenhos(5)

design(32)

disponível/available(4)

edgar(67)

elefante noutro lado(7)

em loja(16)

etsy(67)

exposição(3)

fashion(21)

férias(36)

festa(6)

fita métrica(118)

floral pins(9)

fotografia(3)

giveaway(2)

gocco(7)

gravidez(8)

gravidez02(6)

ilustração(8)

jaime(139)

kids(28)

linha de metros(196)

links(15)

livros(2)

lojas(13)

loopooloo(3)

measuring tape(106)

meter tree(38)

música(13)

natal(5)

note to self(4)

open tabs(5)

os nossos gatos(2)

patrocinado(2)

pins(21)

prendas(12)

quilt(1)

referendo(2)

sim(2)

sm12(3)

snail mail(4)

sorteio(8)

tape measure(106)

técnicos(20)

trabalho(10)

tricot(4)

vendido/sold(76)

vida(87)

todas as tags

pesquisar

 
Segunda-feira, 2 de Maio de 2005

Paul Auster

paul_auster.jpg


"O romance é o único sítio em que dois desconhecidos se podem encontrar na intimidade [o que não acontece nem com a pintura nem com o cinema...]. Porque se trata de uma experiência profundamente pessoal, é uma pessoa a ler as palavras de outra, e essa é a beleza da literatura. Cada leitor leva a história da sua própria vida, da sua própria experiência, para o livro".
('público' de ontem, págs. 36 e 37)

Sem dúvida nenhuma, afirmo que Paul Auster é o meu escritor preferido!
'No país das últimas coisas' é o livro que gosto mais dele e que conseguiria ler umas 20 vezes e encontrar sempre coisas novas e delirantes... se não fosse preciso ter que o requisitar na biblioteca cada vez que o quero ler!!!
Porque é que este livro nunca mais foi reeditado??
Já que a 'Presença' não o reedita ao menos a 'Asa', que agora tem os direitos do escritor, podia fazê-lo.
Quem o encontrar, perdido por alguma livraria antiga ou alfarrabista, por favor avisar esta menina desesperada que está a ficar velha e já não domina o inglês!
miriam às 12:07
permalink | comentar
1 comentário:
De Anónimo a 4 de Maio de 2005 às 00:52
Oi Miriam, gosto muito das suas visitas no meu blog!
Devo confessar que ainda não tive a oportunidade de ler Paul Auster, mas da forma como o coloca aqui, fiquei com uma imensa vontade de ler.
Adoro sua florzinhas de feltro, a forma como mistura as cores é muito bonita! Comprei um metro tempos atrás para fazer flores numa almofada, mas ainda não tive tempo...
bj,gil
(http://donachita.blogspot.com)
(mailto:donachita@gmail.com)

comentar post









as imagens que aparecem neste blog são da minha exclusiva propriedade não podendo ser utilizadas noutros sítios sem autorização prévia. todas as imagens que não me pertençam têm a respectiva referência.
Follow on Bloglovin